Trilhas para Exportação conclui sua primeira jornada de capacitação de organizações comunitárias

Voltar para Histórias de Impacto

Foram mais de 28 horas de qualificação sobre oportunidades e preparação para o mercado internacional, marketing e operações

O movimento Negócios pela Terra e a Conexsus, no âmbito do Trilhas para Exportação, encerraram em dezembro a primeira jornada de capacitação de organizações comunitárias do programa, que visa destravar os caminhos para a exportação de produtos da sociobiodiversidade brasileira.

Ao todo, 40 pequenos e médios negócios de base comunitária, de diferentes níveis de maturidade, de diversas cadeias e de diferentes regiões do Brasil (15 do Norte, 14 do Nordeste, 5 do Sudeste, 3 do centro-oeste e 3 do sul) foram selecionadas por edital para participarem da qualificação.

“A jornada foi muito importante para atualizar os nossos conhecimentos, trazendo temas relevantes para a nossa atuação no exterior, principalmente sobre estratégia e legislação, e será de grande importância também na abertura de novos mercados a partir dos canais de conexão que foram abertos”, afirma Dailson Andrade, gerente de mercados da Cooperativa Agropecuária Familiar de Canudos, Uauá e Curaçá (BA) – COOPERCUC, uma das organizações participantes da jornada.

Composta por quatro módulos (Oportunidades do Mercado Internacional; Preparação para o Mercado Internacional; Marketing; e Operações), a qualificação proporcionou mais de 28 horas de capacitação, inteiramente virtual, com conteúdos informativos, exercícios remotos e rodas de conversa.

Para além da jornada, as organizações participantes também ganharam acesso a parceiros e prestadores de serviço de apoio à exportação e visibilidade e promoção junto a redes de comércio ético e compradores internacionais a partir de um portfólio de produtos.

“A capacitação foi muito importante para desmistificar a jornada de exportação para esses negócios e mostrar que é possível sim se conectar ao mercado internacional, além de criar uma rede de colaboração com aquelas organizações que já exportam”, afirma Fabiana Munhoz, coordenadora do Núcleo de Acesso a Mercado da Conexsus.

Com o fim da etapa de capacitação, 15 organizações do programa serão selecionadas para uma mentoria especializada de dois meses que irá auxiliar na construção de um plano de exportação voltado para a superação de seus desafios a caminho da internacionalização.

A jornada de capacitação do programa conta com o suporte do programa Partnerships for Forests e do Programa de Facilitação de Comércio Brasil – Reino Unido, apoiados pelo governo britânico no país e implementados pela consultoria Palladium.

A iniciativa conta também com a parceria da Associação Floresta Protegida, Bio Fair Trade, Central do Cerrado, COOPAVAM, Empório do Cerrado, Mulheres no Comex, Observatório Castanha-da-Amazônia, Origens Brasil, UNICAFES e WWF.