Conexsus

05 de setembro – Dia da Amazônia

O dia 05 de setembro é um dia importante não só para o Brasil, mas para o mundo. É o dia do maior abrigo de biodiversidade do mundo, a Amazônia. O bioma é um verdadeiro gigante: ocupa mais de 4 milhões de quilômetros quadrados, está presente em oito estados brasileiros – Acre, Amapá, Pará, Amazonas, Roraima, Rondônia, Tocantins Maranhão e Mato Grosso – e oito países, além do Brasil – Suriname, Bolívia, Guiana, Guiana Francesa, Venezuela, Colômbia, Peru e Equador.

O maior bioma do Brasil é o berço de um terço das espécies que vivem na Terra. Sua bacia hidrográfica é a maior do mundo, com mais de mil afluentes e cobertura de 6 milhões de km². Considerada um “resfriador” atmosférico, remove o excesso de gás carbônico na atmosfera, responsável pelas mudanças climáticas. Entre as espécies endêmicas da Amazônia, ou seja, espécies que só existem no bioma, estão a arara-vermelha, a ariranha, o boto cor-de-rosa, o gavião-real e o jacaré-açu.

Seus recursos naturais, além da madeira, abrangem a borracha, castanha, peixe e minérios. Rica não apenas pelo que possui, mas pelos povos que abriga, representando a riqueza cultura e tradicional de etnias indígenas e comunidades quilombolas, por exemplo.

Vista aérea da região amazônica. Foto: Junior Fragoso

Por causa desse conjunto inigualável de riquezas, a Amazônia já sofreu – e ainda sofre – ameaças como o desmatamento e a supressão de suas florestas. O delicado equilíbrio local necessita de proteção e a atenção precisa ser redobrada nos cuidados com as populações que lá vivem, dados os baixos-índices econômicos, a baixa densidade demográfica e a urbanização sempre em progresso. Oferecer alternativas sustentáveis para essas populações, de modo a demonstrar que a região é muito mais valiosa com a floresta em pé é essencial para o desenvolvimento socioeconômico e ambiental da Amazônia.

Dentro desse contexto, a Conexsus trabalha para que seja possível garantir a renda das populações em regiões estratégicas para a preservação do meio ambiente sem prejudicá-lo, alavancando negócios comunitários sustentáveis regionais inseridos em cadeias socioprodutivas de base. De acordo com dados do Panorama dos Negócios Comunitários do Brasil, desenvolvido este ano pelo Desafio Conexsus, a maior presença das mais de mil organizações cadastradas, nesse sentido, é na Amazônia, com 36,5% delas – 396 negócios. Sua imensa biodiversidade se reflete no potencial de economia sustentabilidade do bioma, envolvendo suas comunidades tradicionais e produtos característicos. Ainda na Amazônia, sua realidade se espelha nos números nacionais, com maioria composta socialmente por agricultores familiares e extrativistas.

Mapeamento do Desafio Conexsus mostra a localização e detalhes sobre as organizações cadastradas.

O bioma também aparece em destaque no cenário do extrativismo, com 189 empreendimentos. Do universo de entidades extrativistas, quase 60% delas ficam no bioma. Em relação à origem da matéria-prima, a maior parte vem de propriedades rurais, que são 177, em seguida de reservas extrativistas (141) e assentamentos (110). Juntas, comunidades quilombolas e terras indígenas somam 100 representantes na Amazônia.

Panorama de Negócios Comunitários no Brasil mostra as especificidades de cada Bioma, tudo disponível para consulta online. Clique na imagem para ver as informações completas.

Você pode consultar os dados completos do Panorama online: https://datastudio.google.com/u/0/reporting/1KdAXcyb-l5X6FR9Vigu8-ExNirb5pNoB/page/MZES

www.conexsus.org
contato@conexsus.org
+55 91 3038-8821 / +55 41 99588-9818

Rua Ângelo Custódio, 728
Belém-PA / Brasil / 66020-710

Email cadastrado com sucesso!