Conexão Semiárido: Com o fim do primeiro ciclo, mais de mil agricultores e agricultoras familiares, em 19 cooperativas, são beneficiados na Caatinga

Voltar para Histórias de Impacto

O Projeto Conexão Semiárido realizado pela Conexsus, em parceria com o Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (FIDA) e a AKSAAM – Adaptando Conhecimento para Agricultura Sustentável e Acesso ao Mercado chega ao fim de seu primeiro ciclo, deixando um enorme legado para as comunidades beneficiadas. 

A iniciativa foi criada para apoiar negócios comunitários da região da Caatinga, que têm como base os recursos da biodiversidade, e envolveu entidades nacionais e internacionais em um ambiente de troca de conhecimento sobre os negócios comunitários de impacto socioambiental. O objetivo do projeto foi promover o fortalecimento das organizações comunitárias a partir de suas estratégias de comercialização dos produtos da agricultura familiar, aumentando a renda e melhorando a qualidade de vida das populações tradicionais.

Além dos resultados práticos no desenvolvimento das cooperativas e produtores rurais, o projeto reuniu, em uma publicação bilíngue (português e espanhol) e um vídeo, toda a metodologia usada, os resultados alcançados e as histórias das pessoas impactadas. A ideia é que o Ciclo de Desenvolvimento de Negócios Comunitários criado pela iniciativa possa ser replicado futuramente por outras organizações e em diferentes regiões do Brasil e do mundo. O primeiro ciclo do Conexão Semiárido se encerra, mas a Conexsus e os nossos parceiros locais darão continuidade ao trabalho iniciado no apoio e fortalecimento da agricultura familiar e o extrativismo da região.

As ações foram implementadas com foco nos territórios do Sertão do São Francisco (BA) e Região da Chapada Vale Rio Itaim (PI), beneficiando 19 negócios comunitários e um total de 1.300 agricultores familiares e envolvendo 14 cooperativas e 5 associações.

Uma das grandes realizações do projeto foi o Armazém da Agricultura Familiar, inaugurado no dia 27 de abril em Juazeiro na Bahia, que tem potencial para se tornar um hub de negócios de produtos agro sustentável do nordeste. Além do armazém, o Laboratório de Inovação desenvolvido no Conexão Semiárido, viabilizou a implantação do Centro de Apoio à Comercialização de Produtos da Agricultura Familiar (CAPAF) em Juazeiro, que possibilitou a produção e a distribuição dos produtos da agricultura familiar regional.

Interior do Armazém da Agricultura Familiar antes da abertura

A história do Conexão Semiárido e seu impacto positivo

Neste projeto, contamos com a Central de Comercialização das Cooperativas da Caatinga (CECAAT), na Bahia, e a Cooperativa dos Produtores e Produtoras da Chapada Vale do Rio Itaim (COOVITA), no Piauí, que atuaram como parceiros , responsáveis pela articulação com as associações e cooperativas locais.

Durante o desenvolvimento, tivemos um grande desafio no percurso. A iniciativa teve que ser adaptada e remodelada para ser aplicada durante a pandemia da Covid-19. Os ajustes das ferramentas de apoio culminaram em um kit de modelagem adaptado aos negócios comunitários, que também está sendo replicado nos demais ciclos de aprendizagem da Conexsus.

A criação do Ciclo de Desenvolvimento de Negócios Comunitários

A  construção do Ciclo de Desenvolvimento de Negócios Comunitários no Semiárido foi composta por três etapas, que aconteceram de maneira virtual. As ações se dividiram em três fases: 

Fase 1: Co-criação – que consistiu no diagnóstico de inteligência de mercado, maturidade organizacional e o papel dos ativadores de negócios.

Fase 2: Modelagem e Plano de Ação – composto por uma oficina de modelagem e a construção de um plano de ação.

Fase 3: Implementação – foram elaboradas rodas de conversa, laboratórios de inovação e planos de comercialização com os cooperados.

A partir do ciclo de desenvolvimento foi possível estabelecer a criação do kit básico de modelagem, que funciona 100% no ambiente online, com enorme potencial para ser replicado por outras organizações. “Com o projeto eu percebi que é possível ampliar o negócio para além do município e que eu posso fazer isso usando as redes sociais”, afirma Maria Aparecida Silva Santos Tesoureira da COOPAVES.

A última etapa do plano de ação foi muito importante, pois definiu soluções concretas para as cooperativas e associações aplicarem no seu dia a dia a abordagem da proposta. “Com a oficina, nós aprendemos a identificar nosso cliente e como fazer para chegar nele”, conta Silvanda Rodrigues de Moraes Secretária-Executiva da COOAF que participou das oficinas realizadas na fase 3.

Os resultados que deixaram um legado para os beneficiados

Além do processo de aprendizado e troca de experiências, o projeto Conexão Semiárido, permitiu às cooperativas e associações participantes mudanças reais na sua rotina. Uma dessas conquistas foi a assinatura de um convênio com o governo da Bahia e prefeitura de Juazeiro para liberação de Selo de Inspeção Municipal para a produção de ovos pela Coopercar (BA).

Uma outra história de sucesso foi a elaboração do plano de negócios da COOPES, que viabilizou um convênio com o Governo da Bahia para a adequação do terminal pesqueiro de Sobradinho. Rosalia Vieira de Araújo, presidente da cooperativa, afirma que o projeto a fez perceber como a gestão de equipe é importante para o negócio como um todo e como é necessário mudar para evoluir.

Os planos de ação criados durante o projeto, geraram cadastros socioprodutivos atualizados, capacitação de gestores/as e novas estratégias de venda. “A gente tinha consciência das nossas deficiências na área de gestão, estoque e comercialização. Participando do projeto, a gente percebeu que também precisava melhorar a logística e o fluxo de caixa da associação”, conta Jaciara Ladislau Leobino, tesoureira da AAPSE.

Com o projeto foi possível capacitar as lideranças das cooperativas e associações em gestão administrativa e financeira, fundos rotativos solidários e marketing digital. A criação de planos de comercialização também possibilitou melhorias na performance comercial dos negócios comunitários da região.

Essas são apenas algumas das histórias de sucesso do Conexão Semiárido. Para conhecer mais a fundo o processo e a metodologia criada e aplicada, acesse a nossa publicação bilíngue:

Aprendizados do Projeto Conexão Semiárido

Lecciones del Proyecto Conexión Semiárido