Em Brasília, Conexsus participa do lançamento do Observatório da Economia da Sociobiodiversidade

Voltar para Histórias de Impacto

Organizações da sociedade civil formalizaram nesta quarta-feira (01/06), com evento de lançamento na Câmara dos Deputados, em Brasília, a criação do Observatório da Economia da Sociobiodiversidade (ÓSocioBio).

É a primeira aparição pública do coletivo de organizações que reúne ONGs ambientalistas, movimentos sociais do campo e populações indígenas e tradicionais no Brasil.

O Observatório coloca-se como um conjunto de atores relevantes e qualificados para enriquecer a discussão sobre desenvolvimento econômico com igualdade social e equilíbrio ambiental, ancorado no respeito aos direitos territoriais dos povos.

Mesa de abertura contou com representantes da sociedade civil e parlamentares

O desenho da iniciativa, encabeçada pelo Instituto Socioambiental (ISA), Instituto Sociedade, População e Natureza (ISPN) e WWF-Brasil teve início há cerca de seis meses, quando organizações que atuam diretamente na incidência política no Congresso Nacional, em defesa dos direitos de agricultores familiares, de povos indígenas e de povos e comunidades tradicionais, identificaram a necessidade de qualificação no debate acerca dos projetos no Congresso para a garantia da sustentabilidade no desenvolvimento econômico e social brasileiro. Estes debates evoluíram para a criação do Observatório, integrado pela Conexsus desde o primeiro momento.

Para Monika Röper, líder de Desenvolvimento de Negócios Comunitários da Conexsus, e representante da organização na cerimônia, a criação desta iniciativa é fundamental para dar visibilidade e contribuir com debates e propostas para as políticas públicas que reconhecem e valorizam a economia da sociobiodiversidade e promovem a superação dos gargalos e desafios ainda existentes.

O lançamento aconteceu em parceria com a Frente Parlamentar Ambientalista, com participação de parlamentares, gestores públicos, organizações da sociedade civil, pesquisadores e jornalistas especializados. A iniciativa do Observatório ancora-se sobre um tripé que alia Economia, Pessoas e Biodiversidade, e marca o início da semana do Dia Mundial do Meio Ambiente, celebrado em 5 de junho.

Para assistir à transmissão completa do lançamento (YouTube), clique aqui. A carta de criação do coletivo pode ser lida na íntegra aqui.

Com informações do Instituto Socioambiental (ISA)