Conexsus

Conexsus participa de reunião com selecionados em edital de Alianças Produtivas do CAR

Empreendimentos selecionados no edital de Alianças Produtivas se reuniram em Feira de Santana (BA) entre os dias 22 e 23 de agosto. Conexsus esteve presente na reunião.

Foto: Ascom SDR/CAR

A Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), empresa vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Rural do Estado da Bahia (SDR), realizou nos dias 22 e 23 de agosto, em Feira de Santana, uma reunião com empreendimentos da agricultura familiar, contempladas no edital de Alianças Produtivas Territoriais. O objetivo é pactuar procedimentos, prazos e ações prioritárias constantes nos convênios a serem firmados, para a implementação dos projetos e fortalecimento das Alianças Produtivas com o setor privado.

No edital de Alianças Produtivas Territoriais foram contemplados 52 empreendimentos da agricultura familiar. O total de investimentos é de R$ 60 milhões, provenientes do projeto Bahia Produtiva, que visa estimular o crescimento produtivo do segmento. O foco do edital é a relação comercial das cooperativas da agricultura familiar com compradores do setor privado, incentivando a inclusão no mercado e a atração de empresas privadas para oportunidades de negócios.

De acordo com o secretário da SDR, Jeandro Ribeiro, o objetivo do encontro é reunir representantes dos empreendimentos, juntamente com a equipe técnica da secretária para que possam construir um ambiente propício para que as cooperativas, através das suas bases de produção se consolidem no mercado, associando-se a iniciativas privadas que já estão estabelecidas: “Temos bons exemplos que nos permitem colocar, claramente, que esses 52 empreendimentos tem o potencial de transformar a realidade de onde estão localizados e da sua área de execução. São 5.747 famílias que estão representadas por esses empreendimentos”.

Exemplos de alianças

O condutor da Conexsus – Instituto Conexões Sustentáveis, Paulo Cabral, esteve presente na reunião. A Conexsus realizou recentemente um mapeamento e levantamento inédito de dados sobre associações e cooperativas do Brasil, cadastradas em uma plataforma online no site do Desafio Conexsus (www.desafioconexsus.org). Em sua fala, Cabral afirmou que é preciso superar os problemas e ter bons produtos para colocar no mercado, alimentos saudáveis, sustentáveis e limpos: “A Conexsus tem o desafio de apoiar a agricultura familiar, que é a maior responsável conservação da sociobiodiversidade, para que ela possa continuar produzindo de forma sustentável, e isso passa por uma gestão adequada dos empreendimentos, além de estar no mercado e conseguir criar financiamentos”.

O consultor informou também que as cooperativas cadastradas no Desafio Conexsus passam atualmente por oficinas, que abordam temas relacionados a modelagem de negócios comunitários e sustentáveis; à comercialização e acesso a financiamentos específicos para cada tipo de empreendimento.

Foto: Ascom SDR/CAR

Durante o encontro, foram apresentadas duas experiências de Aliança Produtiva, uma delas é a da Cooperativa de Produtores Rurais de Presidente Tancredo Neves (Coopatan), do Território de Identidade Baixo Sul. De acordo com o diretor executivo, Ailton Pereira, nos últimos 10 anos a cooperativa vem se profissionalizando, e investiu na contratação de funcionários qualificados, que são remunerados com o faturamento do empreendimento.

A Coopatan, além de produzir e comercializar produtos in natura, já possui uma linha de produtos processados, a exemplo da tapioca para preparo do beiju e diversas modalidades de bananas chip. A previsão é de que no início do próximo ano sejam lançados novos produtos, como os chips de aipim e batata doce, além da pesquisa para o desenvolvimento de uma linha de produtos funcionais.

“Para obter os resultados atuais, a estratégia utilizada foi convencer os 330 agricultores cooperados que era preciso produzir a banana, o aipim ou as frutas, de uma forma que atendesse ao padrão de mercado, garantindo, além do padrão, volume e regularidade na produção, o que fez a Coopatan conquistar a confiança das grandes redes de mercado, que possuem um processo rígido de avaliação do produto”, explicou Pereira.

Aldir Parisi, que atua no Serviço Brasileiro de Apoio a Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), apresentou algumas experiências com cooperativas e explicou que algumas delas ainda precisam fazer uma caminhada para buscar uma independência, com ações que incluem trabalho de compreensão do mercado e das potencialidades da cooperativa e de seus produtos: “É preciso que haja o envolvimento das cooperativas, que precisam estar constantemente trabalhando para que consiga estreitar laços e parcerias comerciais, para obter o resultado que se deseja”.

Para o diretor-presidente da CAR, Wilson Dias, o objetivo do edital é promover uma relação justa, para que ambas as partes, empreendimentos da agricultura familiar e empresários, possam construir negócios sustentáveis: “Estamos trabalhando para que os agricultores familiares alcancem resultados positivos, agregando valor à produção, por meio das agroindústrias. As Alianças Produtivas estarão aliadas a outras ações do Estado, a exemplo da implantação de Armazéns da Agricultura Familiar e Economia Solidária e apoio à Feiras.

Bahia Produtiva

O Bahia Produtiva é um projeto do Governo do Estado, executado a partir de um acordo de empréstimo firmado entre o Estado da Bahia e o Banco Mundial, voltado para financiar projetos de inclusão produtiva e acesso ao mercado e de abastecimento de água e esgotamento sanitário, de interesse das comunidades mais pobres da Bahia nos 27 Territórios de Identidade do Estado.

*Com informações e fotos da Ascom SDR/CAR

Galeria de fotos

www.conexsus.org
contato@conexsus.org
+55 91 3038-8821 / +55 41 99588-9818

Rua Ângelo Custódio, 728
Belém-PA / Brasil / 66020-710

Email cadastrado com sucesso!