Conexsus

Fundo Socioambiental Conexsus é reconhecido como instrumento financeiro sustentável

Apenas duas propostas brasileiras foram selecionadas pela rede global de investidores Global Innovation Lab for Climate Finance

O Fundo Socioambiental Conexsus acaba de ser reconhecido internacionalmente como um instrumento financeiro inovador para acelerar negócios comunitários e florestais, conforme anúncio feito nesta quinta-feira (5), em Londres, pelo Global Innovation Lab for Climate Finance (Lab).

A iniciativa preenche uma lacuna importante na maneira como propriedades rurais de pequeno porte e comunidades extrativistas no Brasil acessam financiamento disponível para iniciativas sustentáveis. Trata-se de uma plataforma de negócios que pode desenvolver produtos financeiros adaptados a comunidades e empresas específicas.

A estratégia do Fundo Socioambiental Conexsus é estimular investimentos em pequenas e médias empresas e cooperativas associadas a cadeias de valor que melhoram o uso da terra, evitando o desmatamento e a pressão sobre os recursos naturais. Graças ao dinheiro repassado pelo Fundo, a organização apoiada ganha uma melhor condição para captar recursos de várias fontes, incluindo o programa oficial de crédito rural para agricultura familiar (Pronaf).

“Nosso objetivo é arrecadar US$ 10 milhões para alavancar US$ 1 bilhão em crédito rural disponível. A experiência do Lab nos ajudará a estruturar e alocar produtos e serviços com base em nossos pilotos anteriores e parcerias com instituições financeiras”, aponta Carina Pimenta, diretora-executiva da Conexsus.

O Fundo Socioambiental Conexsus possui patrimônio de R$ 1,5 milhão, composto por capital semente doado pela Good Energies Foundation e pelo Fundo Vale. Para 2020, um novo aporte do Fundo Vale está em negociação. “Esse reconhecimento pelo Lab é um importante norteador de que estamos no caminho certo da mudança que queremos propor para essa nova economia da floresta”, aponta Gustavo Luz, especialista de Investimentos de Impacto e Inovação do Fundo Vale.

Potencial transformador

Estruturado ao longo de 2018, as primeiras operações começaram no ano passado e já mostram o potencial da iniciativa. Em menos de um ano já foram feitas 11 operações de crédito para pequenas e médias empresas e cooperativas nas quatro modalidades de crédito disponíveis – crédito direto, crédito de aval (garantia), recuperação de crédito e mútuo conversível em participações (equity). A Conexsus ainda assegura assessoria técnica em gestão de crédito e educação financeira aos negócios financiados.

Essas operações contribuíram para que as organizações apoiadas captassem mais de R$ 2 milhões, sendo R$ 1,2 milhão proveniente da receita das vendas e R$ 838 mil oriundos de crédito. Para além dos números, o crédito já está transformando a vida de agricultores familiares e extrativistas.

“O Fundo Conexsus tem como grande mérito facilitar a utilização efetiva dos recursos públicos disponíveis para financiar a agricultura familiar, canalizados por meio do Pronaf, a melhor linha de crédito existente hoje para este público, com grande volume de recursos e os juros mais baixos do mercado”, explica Luís Fernando Laranja, sócio-diretor da Kaeté Investimentos, parceira da Conexsus. “São pouquíssimas as organizações com essa abordagem.”

O Fundo Socioambiental Conexsus destrava o acesso ao Pronaf de duas formas. Uma é a recuperação de crédito. Muitas cooperativas da agricultura familiar não conseguem acessar os créditos subsidiados disponíveis pela política agrícola governamental por possuírem dívidas com o sistema financeiro.

A outra é o crédito de garantia, que destrava o acesso para pequenas e médias empresas e cooperativas que não possuem todo o aporte de garantia necessário para acessar recursos de maior porte, com potencial de impulsionar seus negócios.

Para Laranja, a inovação do Fundo Conexsus é agregar o Pronaf a um conjunto maior de recursos e instrumentos financeiros inovadores. “A aprovação no Lab significa que a iniciativa está endossada, passou por um processo de avaliação muito criterioso” aponta Laranja. “A Conexsus terá oportunidade de expandir de forma exponencial esse modelo de solução financeira, acessando a rede da CPI”. A Climate Policy Initiative (CPI) é a gestora do Lab.

Financiamento climático

O Lab é uma iniciativa liderada por investidores que identifica, desenvolve e lança soluções que atraiam investimentos públicos e privados para ações de financiamento climático em países em desenvolvimento. As propostas selecionadas receberão orientação de membros do Lab, bem como análises rigorosas de especialistas da CPI.

A Conexsus é um das duas iniciativas brasileiras selecionadas pelo Lab, entre as oito vencedoras de sua competição anual. A outra ideia vencedora, o Sustainable Agriculture Finance Facility, que aprimora a adoção de tecnologias agrícolas sustentáveis no Brasil, criando uma linha de crédito para pequenos e médios agricultores com certificação em agricultura sustentável. Os proponentes são a Rede ILPF e o Instituto Brasileiro de Desenvolvimento e Sustentabilidade (IABS).

“Como gestores do Lab, estamos confiantes de que as ideias escolhidas têm um potencial significativo para direcionar o investimento privado necessário às prioridades nacionais do clima no Brasil. Esperamos refinar e desenvolver essas ideias inovadoras em instrumentos transformadores de financiamento climático”, afirmou Dra. Barbara Buchner, diretora geral da Climate Policy Initiative e gestora do Global Innovation Lab for Climate Finance.

 

www.conexsus.org
contato@conexsus.org
+55 (91) 3038-8821 / +55 (41) 99588-9818 / +55 (21) 3546-5432

Av. Romulo Maiorana, 2093
Belém-PA / Brasil / 66093-605