Conexsus

Mapeamento do Desafio Conexsus levanta dados de negócios comunitários

A partir do cadastro voluntário das iniciativas, Panorama de Negócios Comunitários Sustentáveis traz informações inéditas sobre organizações de base comunitária

Embora as inscrições para o Desafio Conexsus terminem apenas no dia 30 de julho, já é possível saber mais sobre o perfil das iniciativas participantes por meio do Panorama de Negócios Comunitários Sustentáveis, com dados disponíveis online. Até agora são 462 negócios comunitários cadastrados no mapa do Desafio. 

Quando se fala em setores produtivos, a gama de produtos contemplados é bastante ampla. Há espaço para organizações envolvidas com apicultura, aquicultura e pesca, artesanato, produção animal, silvicultura e os quatro setores mais numerosos: lavoura temporária, horticultura, extrativismo vegetal e lavoura permanente. 

No Panorama, constam cooperativas e associações de produtores que atuam na base das cadeias produtivas de impacto socioambiental mapeadas em todo o Brasil. O objetivo é identificar a diversidade característica do Brasil, com abertura para todos os empreendimentos que podem contribuir para a economia de baixo carbono. A localização dos negócios, o que produzem, qual o porte e em quais cadeias atuam são algumas das informações contidas no panorama que vão resultar numa visão panorâmica sobre os negócios comunitários brasileiros. 

A maioria dos participantes se enquadra como agricultores familiares, no perfil da produção sustentável. Em seguida, em quantidade, vêm os negócios identificados com as boas práticas de manejo e a agroecologia. Também é possível concluir que a maior parte das iniciativas é relativamente recente, com massiva maioria fundada depois de 2012.

Até agora, há representantes de todos os biomas brasileiros. Em relação às regiões brasileiras que mais contam com instituições inscritas, se destacam a região Norte e Nordeste, seguida pela região Sudeste. O estado com mais representantes é o Pará, com 73 até o momento, e a Bahia, com 50. 

Também é possível analisar a origem da matéria-prima, a composição social de quem produz o insumo, a característica sustentável do arranjo produtivo, estado do produto (como será comercializado), o acesso aos mercados e o destino da mercadoria, ou seja, como são distribuídos os produtos e quem os absorve. É importante destacar que a maior fatia dos cadastrados teve faturamento considerado de pequeno porte em 2017, entre mil e 120 mil reais, sendo que 49 deles tiveram lucro nulo.

A partir dos dados completos do mapeamento, é possível conhecer mais os negócios em relação à maturidade organizacional, ao potencial econômico e à contribuição para a resiliência dos territórios. Com isso, os negócios serão agrupados por perfis próximos em busca de soluções personalizadas e voltadas aos desafios enfrentados hoje. No site do Desafio Conexsus, está disponível uma série de dados e gráficos completos com informações sobre os negócios comunitários mapeados.

Para saber mais detalhes sobre os participantes, acesse o Mapa (https://goo.gl/stS2EP) e o Panorama (https://goo.gl/diKa3m) de Negócios Comunitários Sustentáveis. 

Para realizar o cadastro e acessar mais informações, visite o site do Desafio Conexsus: www.desafioconexsus.org 

Galeria de fotos

www.conexsus.org
contato@conexsus.org
+55 91 3038-8821 / +55 41 99588-9818

Rua Ângelo Custódio, 728
Belém-PA / Brasil / 66020-710

Email cadastrado com sucesso!