Pesquisa estuda benefícios do açaí para pacientes com coronavírus

Voltar para Histórias de Impacto

Pesquisadores canadenses e brasileiros investigam se o açaí pode ajudar no tratamento de pacientes com covid

O estudo está sendo conduzido pelos pesquisadores Michael Farkouh e Ana Andreazza, da Universidade de Toronto. Com base em estudos anteriores, eles acreditam que o poder anti-inflamatório da fruta pode melhorar a recuperação de pacientes com o novo coronavírus e ajudar a prevenir complicações causadas pela inflamação.

Segundo informações do Clinicals Trial Ontario, uma organização de experimentos clínicos, Ana já pesquisava as ações inibidoras de inflamação do açaí e, como a covid-19 é uma doença que causa uma inflamação generalizada no corpo, viu a oportunidade de estudar a fruta no tratamento da doença.

Os testes estão sendo realizados no Brasil e no Canadá. Os centros de pesquisa incluem o Women’s College Hospital, a Scarborough Health Network e a Universidade de São Paulo (USP). Para o estudo, Farkouh e Andreazza recrutaram cerca de 580 pacientes com resultado positivo para o coronavírus no Canadá e no Brasil. Metade deles recebeu doses do medicamento experimental e a outra metade, um placebo.

Os pesquisadores acreditam que se a eficácia for comprovada, o extrato terá grande importância na luta contra a covid-19, por ser seguro e barato. “Pensamos que esta intervenção tem potencial não apenas no Canadá e no Brasil, mas também em países de baixa e média renda, onde os desafios de administrar a covid-19 são maiores”, afirma Farkouh.

A expectativa dos pesquisadores é que a intervenção precoce com o extrato, se for eficaz, evite os sintomas mais prejudiciais associados ao vírus. O estudo foi conduzido ao longo de todo o mês de novembro e seus resultados devem ser divulgados até o final do mês.

“O açaí é mais que uma fruta saborosa. Os benefícios para a saúde são numerosos e vão desde o fortalecimento do sistema imunológico e combate à anemia até a prevenção de infecções. O estudo nos enche de alegria e expectativa para que essa fruta tipicamente brasileira possa se popularizar ainda mais”, afirma Carlos Baratinha Oliveira, presidente da Cooperativa Semente do Marajó.

Nota: Os benefícios do uso do fruto do açaí no tratamento de pacientes da covid-19 ainda não foram comprovados. Em caso de sintomas da doença, siga as orientações das autoridades de saúde competentes. Para mais informações, acesse: https://coronavirus.saude.gov.br/.

Com informações da ISTOÉ Independente e R7.