SENAI CETIQT e Conexsus debatem o papel das comunidades tradicionais nos projetos sustentáveis

Voltar para Histórias de Impacto

Encontro reuniu representantes da Conexsus, Coex Carajás e MCTI para debater pesquisa, extrativismo e reflorestamento

Aconteceu no último dia 30 de março mais uma edição do Café com Bioeconomia, uma iniciativa do Portal de Bioeconomia que tem como objetivo dinamizar o ecossistema de inovação em Bioeconomia, com discussões sobre assuntos de amplo interesse no país, promovendo conexão, diálogo e evidenciando oportunidades e desafios para os negócios.

Nesta edição, o tema foi “o papel das comunidades tradicionais nos projetos sustentáveis” e contou com as convidadas Carina Pimenta, diretora executiva da Conexsus e Ana Paula Ferreira, presidente da Cooperativa dos Extrativistas da Floresta Nacional de Carajás (Coex Carajás), além da mediação de Bruno Nunes, coordenador geral de ciências para a bioeconomia do MCTI, e apresentação de Leonardo Teixeira, pesquisador do Instituto SENAI de Inovação em Biossintéticos e Fibras do SENAI CETIQT.

Na ocasião, Carina Pimenta falou sobre os desafios que as organizações enfrentam. “As lideranças estão muito sozinhas à frente das organizações. A cooperativa é de todos, ela não é uma empresa, todos são donos do negócio. Uma das grandes questões que a gente enxerga na Amazônia é que criamos associações e cooperativas, mas ainda não conseguimos criar o senso de pertencimento mais amplo”, destacou.

Para ela, “se a associação é capaz de engajar essas populações, diversificar quando há produtos, construir canais com os mercados e reforçar esses elos, ela também vai se fortalecendo como empreendimento”.

Para escutar na íntegra (no Spotify) a participação da Conexsus, clique aqui.

O Café com Bioeconomia acontece quinzenalmente, sempre contando com especialistas no tema discutido. Para participar, assistir os Cafés já realizados e ver a agenda completa de eventos do Portal de Bioeconomia, basta se cadastrar aqui.

Com informações do Portal de Bioeconomia.